PUBLICIDADE:

ComunicArt

Saiba as vantagens e desvantagens de trabalhar em agências/estúdios, e da vida de freelancer.

Depois de formado, carreira pronta para ser criada, é natural se questionar sobre qual carreira seguir, se é melhor ser funcionário ou se jogar na vida de freelancer. O que vale mais a pena?

Juntamos os prós e contras de cada um, e assim você pode decidir qual melhor caminho para você!

Trabalhar em agência

pros

1. Você pode aprender muito com colegas de trabalho, cada um possui conhecimentos que vale a pena aprender.

2. Segurança. Salário garantido todo mês, sem preocupações de como pagar suas contas.

3. Você passa a ter um maior vínculo social com as pessoas da mesma área que a sua.

4. Você aprende métodos de organização e gerenciamento. Cada lugar novo, é um método a acrescentar.

contras

1. Fazer o mesmo tipo de projeto, que deixam muitos clientes felizes, podem desestimular sua criatividade.

2. Você corre o risco de trabalhar com pessoas que não goste, ou não se dê bem.

3. Fazer apenas parte de um projeto, e não inteiro, pode acabar te frustrando.

4. Horários. Muitos chefes são intolerantes/exigentes com faltas e atrasos.

Trabalhar como freelancer

pros

1. Uma maior liberdade criativa

2. Irá trabalhar do início até o fim do projeto.

3. Desenvolverá habilidades além do design, como relacionamento com clientes, administração do dinheiro, cálculo de gastos, etc.

4. Trabalhar de casa, sem custos extras como transporte.

5. Maior flexibilidade de horário.

contras

1. Sem benefícios como férias, 13º salário, plano de saúde.

2. Períodos com menos jobs, que podem deixar qualquer um de “cabelo em pé”.

3. Muitas vezes finais de semana e feriados valerá como um dia comum de trabalho. Sem descanso.

4. Disciplina. As vezes é melhor ter horário de começar e parar, pois aquele almoço de 2 ou 3 horas, ou aquele cochilo demorado – entre outros – pode atrapalhar seu rendimento.

Resumindo, escolhendo agência ou freelancer, o importante é se esforçar e tirar o máximo de aproveito e aprendizado que cada um pode lhe dar!

Créditos: ComputerArts, Des1gn’ON.

Sobre Bruno Bardella

Visualizar todos os posts

Diretor de arte, motion design e jogador de poker nas horas vagas. Em 2012, Bruno fundou o blog ComunicArt e desde então, dedica seu tempo com o galinho.

Você pode gostar desta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



PUBLICIDADE:
Parceiros