PUBLICIDADE:

ComunicArt

Neste sábado (25), acontece no Cinépolis das cidades de Curitiba, São Paulo, São Bernardo do Campo, Fortaleza e Salvador uma experiência que vai ampliar o mundo dos deficientes visuais.

Criada pela agência Mirum em parceria com o Cinépolis, o “CineMagine” traz aos deficientes visuais uma grande oportunidade de apreciar a magia de um filme superando a barreira física. Foram criadas duas histórias de ficção, “Um Pato no País das Maluquices” e “A Corrida de Cangurus” que ganharam efeitos especiais coreografados a partir da tecnologia 4DX da Cinépolis, estes utilizam a variedade de efeitos físicos e sensoriais – incluindo assentos com vibração, vento, aromas, iluminação e água.

Conversamos com Fernando Christo, redator e idealizador do projeto e fizemos algumas perguntas:

– Quais as expectativas com o projeto?
Christo: A expectativa é criar um entretenimento que seja pensado para quem não enxerga. Tudo que passa no cinema ou tv é para quem enxerga, excluindo quem não enxerga. A nossa ideia foi inverter essa lógica, criando algo especialmente para esse público. É um azar muito grande não enxergar, por que não deixar a vida dessas pessoas melhor?

– Qual a sensação de estar criando um projeto que vai mudar a vida de um deficiente visual?
Christo: Mudar a vida não sei, mas alguns minutos, acho que sim. É muito legal ver que tudo aquilo que eu tinha pensado de fato funcionou. As pessoas gostaram, interagiram, conseguiram se divertir.

– Tem planos para levar esse projeto mais longe?
Christo: Sim, vamos ver se novos filmes não são criados. Tudo depende do desempenho desse projeto, que é um piloto.

Para ficar por dentro do projeto, curta a fanpage CineMagine.

Confira o filme teaser realizado no feriado com o pessoal do Projeto Ver com as Mãos:

Sobre Bruno Bardella

Visualizar todos os posts

Diretor de arte, motion design e jogador de poker nas horas vagas. Em 2012, Bruno fundou o blog ComunicArt e desde então, dedica seu tempo com o galinho.

Você pode gostar desta



PUBLICIDADE:
Parceiros